Surfando Mangás – Tsumitsuki (Hiro Kiyohara)

“Tsumitsuki, como diz o nome, é um demônio que se apossa dos crimes cometidos pelas pessoas…do remorso delas.”

Aloha Surfistas da Imaginação, hoje vamos falar um pouco sobre o mangá:

“Tsumitsuki” – por Hiro Kiyohara

Tsumitsuki

 Surfando o Texto

Antes de mais nada, somos apresentados a Chinatsu Takada, uma garota que acaba de se mudar de Tokio. De forma sorridente e simpática tenta fazer amizade com Mayu Shinohara, que já na primeira página percebemos que se trata do oposto de Takada, tímida e solitária, desperta um desejo de proteção na radiante Takada.

Com uma tentativa frustrada de aproximação, Takada vai parar em frente a um santuário, conhecendo o “filho” do sacerdote do local, Kuroe. O mesmo lhe explica sobre os youkais Tsumitsukis, a quem o santuário é dedicado.

Confesso que durante a leitura tive altos e baixos no quesito expectativa. Muito me atrai histórias sobre youkais e espíritos, fico impressionado com o quão vasto é o universo espiritual japonês e o respeito que todos possuem a ele. Entretanto, com a leitura, me pareceu que o mangá se trataria de pequenas histórias no mesmo universo, o que sinceramente me decepcionou um pouco. Mas então, de repente…BOOM…minha cabeça explodiu!!!

Por quê? É claro que não vou contar!!!

Um mangá de suspense, com demônios e uma história bem amarrada sem trechos “For Dummies”, faz de Tsumitsuki uma excelente leitura.

Surfando a Arte

Os desenhos são lindos, tornando-se extremamente detalhistas no momento em que precisam ser, onde o cenário faz toda a diferença para história, as árvores, o céu, as ruas possuem textura, é quase como se você pudesse sentir cada pedaço. Já em momentos quando as expressões dos personagens são o foco da narrativa o vazio do cenário é desconcertante, fazendo com que realmente acreditemos nos medos e loucuras.

Kuroe

Surfando a Edição

Uma publicação da Editora JBC, em volume único e preço de capa de R$13,90. As impressões coloridas nas contracapas são maravilhosas, sem contar com as 6 páginas coloridas, que compensam cada centavo dessa edição.

O mangá foi lançado em Julho de 2014, sendo possível encontrar ainda em algumas bancas. Mas caso você não encontre, não se preocupe, vou deixar o link da Comix para compra no fim do post.

 Capa Tsumitsuki

Dropo ou Tomo Caldo?

Dropo com toda certeza!

Eu cresci assistindo Yu Yu Hakusho, InuYasha  Ranma 1/2, portanto adoro esse tema ligado a Youkais (demônios). Daí não preciso dizer que qualquer história sobre o mundo espiritual é digna de compra!

Para os novatos no mundo oriental, não se assustem, os demônios (youkais) japoneses não são tratados como os nossos demônios (ocidentais). Lá eles são como forças naturais, que podem fazer o bem ou o mal a humanidade.

 Link para compra: Tsumitsuki na Comix

E então Surfistas, vocês também gostam desses tipos de histórias? Deixem suas críticas e comentários abaixo e nos vemos na próxima.

Mahalo

Relançamento Yu Yu Hakusho (JBC)

Aloha Surfistas da Imaginação, para quem acompanha o mundo das publicações nipônicas no Brasil, já estão surtando a um bom tempo por causa do anúncio do relançamento do mangá Yu Yu Hakusho pela editora JBC.

Henshin

O anúncio ocorreu durante o Henshin+ 2014, realizado em São Paulo na Saraiva MegaStore do Shopping Center Norte, em 29 de Março. Quando o gerente de conteúdo Cassius Medauar levou a galera à loucura, confirmando finalmente o relançamento mais esperado pelos fãs.

Mas isso todos já sabemos, o que venho trazer aqui no Surfando Letras é a questão que não quer calar: “Qual será o formato adotado para o relançamento?”

Uma vez que nos largaram sem informações!! Oo

Então abaixo vou apresentar um pouco das versões comercializadas no Japão, e assim, poderemos fazer nossas apostas e torcer pela publicação da mais bonita.

 Tankobon Yu Yu Hakusho – 19 volumes

Tankobon Yu Yu

Entre 1990 e 1994 foram lançados no Japão os 19 volumes de Yu Yu Hakusho no formato Tankobon.

Tankobon se trata de “livros”, que possuem em torno de 200 páginas, e são compilações das histórias lançadas nas antologias semanais japonesas. No caso de Yu Yu Hakusho, os volumes não possuem páginas coloridas, entretanto as capas e lombar das edições são extremamente lindas.

De acordo com os últimos trabalhos lançados pela editora JBC (vide o lindo relançamento de Death Note Black Edition, Guerreiras Mágicas de Rayearth e o mais novo e aguardadíssimo lançamento de Sailor Moon), eu acredito que a versão Tankobon não seja a escolhida, uma vez que Yu Yu Hakusho é um mangá e anime, fenômeno no Brasil (saudosa Rede Manchete! Saudades), e como a editora JBC sempre pensa em seus consumidores, acredito que a versão escolhida será a próxima a ser apresentada.

Kanzenban Yu Yu Hakusho – 15 volumes

Yu Yu Kanzenban

Em 2004 o nosso querido Yoshihiro Togashi, resolveu relançar Yu Yu Hakusho em formato Kanzenban com apenas 15 volumes.

Kanzenban se trata da Edição de Luxo, e cada encadernado possue em torno de 280 páginas. No caso de Yu Yu Hakusho, os volumes vieram com novas capas, ilustrações inéditas e páginas coloridas.

Essa sim é a coleção definitiva que eu tanto sonho em minha coleção, e conhecendo bem a Editora JBC (coleciono seus mangás desde o longínquo ano de 2001), tenho certeza que não me decepcionarei, e que o tio Cassius está fazendo tanto mistério a fim de lançar a coleção definitiva (como feito com Death Note).

Bom, ainda resta uma terceira hipótese, mas que acredito que seja pouco provável! A Editora JBC lançar uma versão exclusiva no Brasil, não copiando nenhum dos formatos acima.

Fica então as apostas! E o que vocês acham? Pelo o que esperam? Tankobon? Kanzenban?

Abraços!